Fábio Zanini

Pé na África

 

O fim de Pé na África

Amigos,

 

Este é o último post de Pé na África.

 

Há quase três anos, este blog nasceu de uma aventura por um continente apaixonante e desafiador. Era março de 2008, e eu embarcava para Johannesburgo, na África do Sul, para cinco meses de uma viagem que me levou até Egito, na outra ponta do continente.

 

Desde então, acompanhei clandestinamente uma eleição no Zimbábue morrendo de medo de ser preso por Robert Mugabe. E depois entrevistei o próprio Mugabe, em 2010, dessa vez sem medo. Vi Nelson Mandela de perto duas vezes e acompanhei uma final de Copa do Mundo.

 

Na Somália, masquei qat (e cuspi uns 40 segundos depois). No Sudão, vi a tragédia dos refugiados de Darfur. Em Uganda, o preconceito que pede a morte de gays. Na Suazilândia, os incríveis números da epidemia de Aids.

 

Em Moçambique, comi pasteis de Belém e os melhores camarões do planeta Terra. Em Gana, vi bruxas fazendo as compras num mercado a céu aberto. Em Ruanda, crânios enfileirados que sobraram do maior genocídio desde o Holocausto.

 

Em todas essas aventuras, Pé na África foi o veículo em que me expressei. No ano passado, este blog deu origem a um filho, um livro pela editora Publifolha.

 

Em comentários, fui elogiado, sacaneado, xingado e paquerado. Descobri a imensa generosidade dos leitores. Aos mais de 6.000 que deixaram seus recados, muito obrigado.

 

Ao voltar da “viagem inaugural” à África, mudei o caráter de Pé na África para um espaço de comentários e análises. Procurei mantê-lo vivo, pulsante, desafiador.

 

Mas o fato é que nos últimos tempos não tenho conseguido dedicar ao blog o tempo que os leitores merecem. Há seis meses, minha vida mudou radicalmente. Sou agora editor do caderno Mundo da Folha de S. Paulo, e a carga de trabalho tornou-se brutal. Especialmente nos últimos tempos, com a revolta árabe (para completar, Rafael nasceu no dia da queda de Hosni Mubarak).

 

O blog foi ficando esquecido. Sem atualizações, caminhava para a morte. Finalmente, me dei conta que uma lenta agonia não fazia jus ao que para mim representou tanto. Melhor por um ponto final.

 

Pé na África continuará na internet, neste endereço, e seu arquivo, acessível a todos. Mas não será mais atualizado.

 

Quem gosta de notícias sobre nosso continente está convidado a acompanhar a Folha, onde sempre encontro um espacinho para a África.

 

Um dia eu volto à blogosfera, com outro projeto. Por ora, deixo um beijo carinhoso e um imenso obrigado.

 

Fui.

Escrito por Fábio Zanini às 22h22

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Fábio Zanini Fábio Zanini, 34, é jornalista formado pela Escola de Comunicações e Artes da USP (ECA-USP), com mestrado em relações internacionais pela School of Oriental and African Studies (Soas), da Universidade de Londres.

BUSCA NO BLOG


RSS

ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha Online. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha Online.